O falso dilema da terceirização

O veredito sobre a terceirização nas áreas de telecomunicações e energia, no julgamento do Tribunal Superior do Trabalho (TST), dia 28 próximo, poderá converter-se, literalmente, na sentença da morte anunciada de milhares de empregos no Brasil, de centenas de empresas, da competitividade daqueles setores e da estabilidade das tarifas. Este será o vaticínio inexorável caso a Corte decida-se pela prevalência de sua Súmula 331, pela qual somente são passíveis de terceirização as atividades-meio. Independentemente do caráter até certo ponto ambíguo dessa norma e do relevante fato de ela afrontar o princípio da liberdade de trabalho consagrado na Constituição e previsto no Código Civil, o mais grave é que um eventual veto à terceirização das atividades-fim seria o prenúncio do caos.

Fonte:  www.e-thesis.inf.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: