‘Refarming’ de espectro é chave na banda larga

O ‘refarming’ do espectro de 2G é a chave para permitir banda larga móvel além da área de cobertura dos grandes centros populacionais, de acordo com o relatório da Analysys Mason “Prospects for UMTS900: status review and outlook“. A liberalização, na Europa, do uso das bandas em 850/900MHz, onde as os serviços 2G GSM/CDMA operam atualmente, possibilitará que as redes das operadoras evoluam com novas tecnologias, como UMTS/HSPA, o que irá ampliar o alcance dos serviços 3G – como a banda larga móvel em regiões suburbanas e nas zonas rurais não abrangidas pelas atuais redes de 3G, em 2100MHz.

Fonte: www.e-thessis.inf.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: