TEMS- Identificando áreas com cobertura ruim

O UE (Equipamento do usuário) ao encontrar-se em uma área de cobertura deficiente (com RSCP pior que -105 dBm). Nestes casos o nível do parâmetro EcNo pode ser tanto bom quanto ruim. O aumento da potência de transmissão do UE (UE Tx Power) é outro indício do problema.

TEMS poor coverage1

Além disso, observa-se um aumento do nível do DL BLER. Por fim podemos ter a ocorrência de quedas de chamadas.

TEMS - Cobertura deficiente

TEMS - Cobertura deficiente

6 Respostas

  1. Marcos,

    Saberia me indicar uma referência para buscar cursos de drive test? Alguma empresa que dê este curso.

    Grato,

    André

    • Caro André, infelizmente não conheço nenhuma empresa que ofereça curso sobre drive-test especificamente. Certamente você encontrará cursos que tratam de otimização GSM/WCDMA de modo genérico, sem enfoque em drive-test. No entanto, o que você precisa saber inicialmente sobre DT vai depender qual tecnologia possui a rede que será otimizada e de que ferramenta (software) você dispõe para utilizar.

  2. Caro Marcos,

    Gostaria de saber como distinguir a partir dos valores de RSCP e Ec/Io as seguintes situações:
    1) Baixa cobertura em dada região (a antena está longe do móvel).
    2) Célula sobrecarregada (muitos usuários).
    E quais possíveis soluções para cada caso.

    Atenciosamente,
    Victor Farias.

    • Olá Victor,
      Obrigado por ter dado uma lida no material do blog.

      1) Para os casos onde temos pouca cobertura de uma célula em uma determinada região, fica fácil de perceber com base nos níveis medidos de RSCP e Ec/No com o uso de Drive Test. Nesses casos costumamos perceber valores medidos piores do que -100dBm (valores piores do que -90 dBm já podem ser considerados ruins) para RSCP e Ec/No pior do que -12 dBm.

      2) Não é Fácil perceber que uma célula está sobrecarregada apenas contando com a visão do Drive Tester. Nesses casos, acredito que a melhor abordagem seria contar com as estatísticas disponíveis para consulta na própria RNC a qual o site pertence.

      Para o primeiro caso, pode-se tentar reorientar os azimutes das antenas ( a direção para onde as antenas apontam) e/ou tentar encontrar melhores variações de tilt elétrico ou mecânico. Ainda assim é possível que um resultado satisfatório não seja encontrando. A última solução seria a implantação de um novo site na região.

      Para o caso das células sobrecarregadas, tanto é possível ampliar a capacidade do site existente, com implantação de outras portadoras, como é possível instalar-se outro site para distribuição da carga.

      • Primeiramente, gostaria de agradecer a sua resposta.

        Supondo os seguintes desempenhos para 4 operadoras (A, B, C e D):
        Op. A) RSCP>-90dBm e Ec/Io >-9dBm
        Op. B) RSCP>-90dBm e Ec/Io<-12dBm
        Op. C e D) RSCP-9dBm

        Gostaria de saber se estou certo ao dizer que as Op. A e B possuem boa cobertura nessa região, visto que RSCP>-90dBm, enquanto as op. C e D possuem uma cobertura ruim, RSCP <-100dBm.

        Além disso, gostaria também de saber se posso afirmar que a rede da op. B está sobrecarregada visto que Ec/Io<-12dBm.

        Atenciosamente,
        Victor Farias.

      • Vítor, sobre os níveis de RSCP, podemos dizer que, para a mesma regiã,o as opções com valores de RSCP maiores atendem melhor a área em questão. Os valores de Ec/Io não representam necessáriamente sobrecarga na nodeB. Pode haver uma outra fonte interferente, poluição de piloto, etc. Não sendo possível chegar a ess conclusão apenas baseando-se nesse parâmetro. É possível acessar outras estatísticas, fornecidas pela RNC a qual essa nodeB está ligada, e conseguir informações mais precisas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: